Sábado, 04.02.12

A Visão (987, de 2 a 8 de Fevereiro de 2012, em «Radar») informa que, «segundo as novas normas do Código Internacional para a Nomenclatura Botânica», os nomes científicos das espécies das plantas passam a ser em ingês, quando até agora eram em latim.



publicado por Ricardo Nobre às 14:36 | referência | comentar

Quarta-feira, 09.11.11

Manuel Alegre, Vasco Graça Moura, Mário de Carvalho e Hélia Correia são algumas das presenças confirmadas na mesa-redonda de poetas e prosadores, a realizar no próximo dia 6 à tarde da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

E de facto, por esses dias, entre 5 e 7 de Dezembro, diversos académicos de 10 universidades diferentes expõem os seus trabalhos e debatem alguns resultados sobre a sua investigação e reflexão acerca da Literatura Portuguesa. O objectivo é auscultar a nossa literatura, das origens à contemporaneidade, naquilo que ela tem de mais clássico, no verdadeiro sentido do termo. O colóquio internacional A Literatura Clássica ou os Clássicos na Literatura: uma (re)visão da Literatura Portuguesa das origens à contemporaneidade começa com conferências sobre Ruy Belo e Nuno Júdice (que estará presente), por Aires Nascimento (Univ. de Lisboa) e Paolo Fedeli (Univ. de Bari, Itália), respectivamente e encerrará, quase à hora de almoço do dia 7, com uma conferência de Maria Helena da Rocha Pereira (Univ. de Coimbra) sobre Hélia Correia. Pelo meio, outros professores e investigadores de Lisboa e Coimbra, e da Universidades de Oxford, do Porto, de Aveiro, de Évora, Aberta, Católica, do Minho, etc., falam de D. Duarte, do Cancioneiro Geral, de Camões, António Fereira, Bocage, Camilo Castelo Branco, Miguel Torga, Sophia, Gonçalo M. Tavares, entre tantos outros.

Tudo isto no Anfiteatro III da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Para mais informações, consultar a página do colóquio.



publicado por Ricardo Nobre às 08:00 | referência | comentar

Sábado, 05.11.11

Tenho acompanhado nas páginas do Público, com um certo franzir de sobrancelha, típica de quem tem um distanciamento crítico em relação ao fenómeno literário, a polémica em torno do novo livro de José Rodrigues dos Santos, jornalista-estrela da empresa pública de televisão. Hoje o destaque do P2 é precisamente sobre isso. O texto é de Natália Faria («Os Evangelhos segundo José Rodrigues dos Santos»), está disponível para assinantes aqui, e começa assim: «Maria não era virgem. Jesus Cristo era irmão de Judas, nunca ressuscitou e nunca, mas mesmo nunca, lhe passou pela cabeça fundar uma nova religião, segundo Rodrigues dos Santos. A Igreja reagiu intempestivamente. Desenganem-se os mais leigos: não foram afirmações como estas que indispuseram a Igreja, que até as admite como verosímeis; o que irritou no livro O Último Segredo é que tais teorias surjam como verdades inegociáveis».

Causa-me perplexidade, tal como há anos causou a propósito do livro de Dan Brown, que a literatura possa ser fonte de tão acesa polémica, quando não envolve os seus próprios agentes (a questão coimbrã, que todos conhecemos, foi uma discussão entre literatos). O que estou a ver no caso de O Último Segredo é uma querela entre a autoridade (José Rodrigues dos Santos) e os leigos (a Igreja). Isto porque quem ensina é o primeiro, e os segundos reagem aos ensinamentos com veemência.

Pode a Igreja Católica, nas respeitáveis personalidades de estudiosos como Carreira das Neves e Anselmo Borges, vir a público comentar uma obra literária? Claro que sim. A Igreja pode comentar tudo o que quiser, sempre que quiser, e não só literatura de tema religioso.

Mas analisemos a questão ao contrário: pode uma obra de arte pretender ser um tratado científico sobre uma questão polémica histórico-teológica, reclamando para si toda a verdade factual? Pode, evidentemente. Nós é que sabemos que a literatura é ficção. Sabemos que a literatura pode dizer que tem manuscritos da autoria de Jesus Cristo e o narrador ou autor textual pode assumir-se como simples editor e tradutor desse manuscritos.

A literatura pode. José Rodrigues dos Santos, não.



publicado por Ricardo Nobre às 09:48 | referência | comentar

Sábado, 12.03.11

Artigo de Bárbara Wong no Público de hoje sobre «estudantes que, desde os dez anos de idade, aprendem uma língua morta, o latim. Outros sabem de cor quem são Zeus, Deméter ou Hades e escrevem em grego os nomes do pai, da mãe e do gato. São uma raridade em Portugal, como são as línguas clássicas nos currículos nacionais».



publicado por Ricardo Nobre às 07:51 | referência | comentar | ler comentários (1)

Domingo, 13.02.11

O serviço de leitura geral da Biblioteca Nacional está fechado há três meses.



publicado por Ricardo Nobre às 10:40 | referência | comentar

Terça-feira, 28.12.10

A troca de um telemóvel defeituoso foi o ponto de partida para seis textos escritos num blog, que a Ensitel pretende que sejam apagados. Nas redes sociais, há já uma onda "anti-Ensitel".



publicado por Ricardo Nobre às 22:34 | referência | comentar

Sábado, 13.11.10

Soou hoje às 17h20 a campainha que avisa o fecho da Sala de Leitura Geral da Biblioteca Nacional. Ao contrário daquilo que é normal, aquela sala enorme não voltará a abrir ao público na segunda-feira. O serviço de leitura geral estará fechado até ao dia 1 de Setembro de 2011. Mantém-se a funcionar a sala de Leitura de Reservados até dia 1 de Abril de 2011. As salas de leitura de cartografia, música e de leitura de deficientes visuais não terão perturbações no serviço durante o processo de deslocação dos milhões de livros para a nova torre de depósitos.



publicado por Ricardo Nobre às 22:29 | referência | comentar

Sexta-feira, 15.01.10

Irá decorrer no próximo dia 21 de Janeiro, na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (Anfiteatro III), a I Jornada Luso-Brasileira de Literatura para Crianças e Jovens. No meu entender, o programa é deveras interessante:

10h00: Conferência — Doutora Violante Magalhães (ESE João de Deus) — «O estudo da literatura para crianças e jovens em Portugal — O estado da arte»
10h50: Conferência — Doutora Maria Teresa Gonçalves Pereira (Universidade do Estado do Rio de Janeiro) — «Monteiro Lobato: a gênese da literatura infantil brasileira em personagens, temas e linguagem»
11h30: Mesa-Redonda — “Ler mais e melhor”. Moderadora: Isabel Rocheta

Bernardete Capelo Pereira (Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos Prof. Delfim Santos)
Fernando Pinto do Amaral (Comissário do Plano Nacional de Leitura)
Paula Morão (Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa)
Susana Ramos Ventura (Universidade Federal de São Paulo)

14h30: Comunicações Livres. Moderadora: Vania Chaves

Beatriz Weigert (Universidade de Évora) — «A criação literária em Lygia Bojunga»
Carla Lopes Ferreira (Escola Secundária da Portela) — «Capitães da Areia: ler para aprender. Ler para crescer»
Cristina Serôdio (Escola Secundária Vitorino Nemésio) — «Respostas re-criativas: escrever com a Literatura na aula de Português do ensino secundário»
Mara Jardim (Faculdade Porto-Alegrense) — «Entre a História e a ficção: Moacyr Scliar para jovens leitores »
Margarida Braga Neves (Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa) — «Aprender com os animais: narrativas breves nos Programas de Português»
Teresa Mergulhão (Escola Superior de Educação de Portalegre) — «A retórica do silêncio na literatura portuguesa para jovens»
Valéria Cavalheiro (CLEPUL) — «Nunca mates a narrativa: O Mandarim contado aos jovens»

17h20 Mesa-Redonda — “Escrever para crianças e jovens”. Moderadora: Susana Ramos Ventura

Alexandre Honrado (Escritor)
António Torrado (Escritor)
Daniel Munduruku (Escritor)
Luísa Costa Cabral (Escritora)
Maria José Silveira (Escritora)

18h45 Visita à Exposição Bibliográfica e aos dois núcleos de Exposição de Pintura de João Mateus em articulação com o tema da Jornada, seguida de Porto de Honra oferecido pela Câmara Municipal de Lisboa.

Há intervalos e debates.



publicado por Ricardo Nobre às 10:48 | referência | comentar

Quarta-feira, 09.12.09

Ligada aos resultados que divulguei no texto anterior, está a recente declaração de Medina Carreira:

O antigo ministro das Finanças entende ainda que as escolas produzem «analfabetos» e que os alunos que participam no programa Novas Oportunidades «fazem um papel, entregam ao professor e vão-se embora».
«E ao fim do ano, entregam-lhe um papel a dizer que têm o nono ano. Isto é tudo uma mentira, enquanto formos governados por mentirosos e incompetentes este país não tem solução», acrescentou.

Ler e ouvir na TSF.

 



publicado por Ricardo Nobre às 07:04 | referência | comentar

Quinta-feira, 12.11.09

Eu sou da opinião de que a utilização dos transportes públicos incentiva a leitura, seja ela de jornais gratuitos, literatura de qualidade ou ordinária, senão mesmo de páginas de estudo a poucas horas de testes ou exames.

Por isso critiquei já a (publicidade na) televisão das estações do metro e por isso tenho de dar conta e louvar a iniciativa da Carris, que vai oferecer milhares de livros em formato de bolso, com excertos de obras. Diz a notícia da Lusa, reproduzida pelo i, que "[a]té ao final de 2010, ano em que ganhará maior dimensão com novas iniciativas, o projecto "Ler entre Linhas" vai incluir a distribuição, durante um ou dois dias, de parte de uma obra lançada pela editora Objectiva aos passageiros dos 750 autocarros e 55 eléctricos da sua [= da Carris] rede."



publicado por Ricardo Nobre às 10:41 | referência | comentar

Quarta-feira, 04.11.09

A oposição insiste em parar a avaliação dos professores, o governo em mantê-la. Há anos que se dá proeminência aos sindicatos de professores por causa deste assunto. Há anos que discutimos a avaliação de professores e os políticos ainda se espantam que as pessoas se desinteressem... claro que se desinteressam de homens sem qualquer sentido de estado, que não representam nada nem ninguém a não ser a si próprios.



publicado por Ricardo Nobre às 07:17 | referência | comentar

Segunda-feira, 14.09.09

Judite de Sousa, uma das melhores jornalistas portuguesas, afirmou, em entrevista à revista do Expresso da semana passada, que "se recuássemos dois ou três mil anos Louçã era o Cícero da Grécia Antiga". Li e não acreditei (o Filipe Bacelar que me perdoe); fui confirmar: é verdade. Deu até que falar na blogosfera. Não só fica a ideia de que Cícero era de esquerda (e não se calava; talvez uma confusão com Catão Censor, que terminava todos os discursos no senado com a frase Carthago delenda est, 'Cartago deve ser destruída'), como ainda que viveu há dois ou três mil anos (que indecisão...) e exerceu a sua actividade de político e advogado em Atenas.

É por estas e por outras que fico sempre reticente por os jornalistas andarem sempre atrás de gafes de políticos: não olham para as suas! É mesmo verdade: não se pode criticar um jornalista que é "censura"; as asneiras que eles dizem é "liberdade de imprensa"!



publicado por Ricardo Nobre às 22:11 | referência | comentar

RÁDIO
TSF — Rádio Notícias (emissão directo)
BBC Radio 4 (emissão directo)
BBC World Service (emissão directo)
BBC Radio 3 (emissão directo)
BBC Radio 5 Live (emissão directo)
LIGAÇÕES DE REFERÊNCIA
Informação Geral
BBC News
The Guardian
Público
Times
Diário de Notícias


Cultura
The TLS
BBC | Entertainment & Arts
The Guardian | Culture
Telegraph | Culture
New York Times | Arts
DN | Artes
Ípsilon
El Mundo | Cultura
El País | Cultura
Público | Culturas
Le Monde| Culture

LITERATURA
Bibliotecas
Biblioteca Nacional de Portugal (Porbase)
The British Library
Library of Congress
Bibliothèque nationale de France (Opale)
Biblioteca Nacional de España
National Library of Scotland
Biblioteca da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (SIBUL)
Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra
University of Cambridge Library (Newton)
Oxford University Libraries (SOLO)
Harvard Libraries (HOLLIS)


Editoras
Cambridge University Press: Catálogo de Literatura; Catálogo de Estudos Clássicos
Oxford University Press: Catálogo de Literatura; Catálogo de Estudos Clássicos; More than Words (Oxford World’s Classics)
Routledge: Catálogo de Literatura; Catálogo de Estudos Clássicos
Penguin Books


Revista CLASSICA — Boletim de Pedagogia e Cultura

LÍNGUA PORTUGUESA
Vírgulas
Sujeito e Predicado

Vocativo

Oração Causal

Oração Concessiva

Oração Condicional

Oração Conformativa

Oração Final

Oração Proporcional

Oração Temporal


Uso do apóstrofo


Vocabulário estudado
à
Alcaida
contracto
contrato
de
de mais
demais
grama
majestoso
para
presidenta
sedear
sediar
se não
senão
seriação


Livro de Estilo

Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa (1945)
Código de Redacção Interinstitucional
Dicionário da Língua Portuguesa (Priberam)
Dicionário da Língua Portuguesa (Porto Editora)
LX Conjugator (conjugação verbal)
MorDeb
Corpus do Português Europeu
Corpus do Português
Corpus Lexicográfico do Português
CETEMPúblico
Corpus Rede de Difusão Internacional do Português
Transliteração do Alfabeto Grego
Associação de Informação Terminológica
Acordo Ortográfico de 1990
Norma Portuguesa de Metrologia

APONTADORES
Bandeira ao Vento
Blogtailors: o blog da edição
Cadê o Revisor?
Detective Cantor
Lóbi do Chá
Memento…
Pesporrente
Português em Dia
Rascunho.net
Relógio D'Água Editores
A Senhora Sócrates
O Vermelho e o Negro
ARTIGOS RECENTES

Onde o latim acaba e o in...

Colóquio leva poetas à Fa...

Subliteratura "rodriguesd...

Eles conhecem os deuses g...

Três meses

Contra a Liberdade de Exp...

O último toque

Jornada de literatura par...

Novas Oportunidades é «tr...

Carris vai oferecer livro...

Ainda isto

"Se recuássemos dois ou t...

TOMBO

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

SUBSCREVER FEEDS