Sábado, 26 de Janeiro de 2008
Está disponível, através do sítio da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, um texto intitulado A Faculdade de Letras na Universidade de Lisboa: uma visão estratégica. O texto, proveniente do Conselho Científico desta escola, considera que seria negativa "a constituição da área [de Artes, Humanidades, e Ciências Sociais] como uma nova unidade orgânica, com estatutos e orgãos de governo próprios, em detrimento das actuais unidades orgânicas, que seriam desmembradas ou diluídas conforme a sua dimensão, e ficariam incapacitadas de se pronunciar representativamente sobre o seu próprio futuro."
No documento, apontam-se os problemas e as soluções que o Conselho Científico julga existirem relativamente à reestruturação científica da Universidade de Lisboa, em fase de discussão.
Destaco as seguintes citações (o que não é pretexto para não se ler todo o texto, que é de extrema importância):


 

A Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa é uma instituição de ensino graduado, pós-graduado e investigação em humanidades e ciências sociais. A avaliação externa regular dos seus cursos de licenciatura tem sublinhado o seu carácter de referência neste âmbito. No que diz respeito ao ensino pós-graduado, é a maior instituição congénere em Portugal. Oferece perto de quarenta programas de pós-graduação, muitos dos quais de doutoramento. A produtividade destes, medida por exemplo em número de teses defendidas nos últimos anos, é a mais alta a nível nacional (a título de exemplo, entre 2001 e 2007 foram defendidas com sucesso 750 dissertações de Mestrado e 151 teses de Doutoramento.) A Faculdade de Letras acolhe ainda dezasseis centros de investigação, seis dos quais classificados com Excelente e um com Muito Bom nas suas áreas de referência. A maioria dos investigadores destes Centros é docente da Faculdade e vários docentes da Faculdade são investigadores em Centros externos, o que significa que existe um grau importante de articulação entre investigação e ensino e entre instituições. A percentagem de doutores no seu corpo docente ultrapassa os 80%. Um número significativo destes desempenha cargos em instituições públicas e organizações não-governamentais e exerce actividades de serviço à comunidade.
Em diversos domínios científicos, as ofertas curriculares da Faculdade de Letras são únicas em Portugal; noutros, competem com poucas escolas portuguesas. E em vários destes domínios a Faculdade de Letras actua como a principal escola do país, graduando a todos os níveis parte considerável do pessoal docente e investigador de outras instituições nacionais.


 

a Faculdade de Letras concebe vir a oferecer uma licenciatura em Humanidades, bem como participar em outras licenciaturas da Universidade e, desejavelmente, numa licenciatura futura de toda a Universidade. Tratar-se-ia, em todos estes casos, de uma experiência única na Universidade portuguesa, que recupera para o primeiro ciclo a tradição da educação liberal não especializada que marca as grandes universidades mundiais e as distingue de meras escolas técnicas ou aplicadas. Numa licenciatura da Universidade os alunos circulariam pelas várias Faculdades, desenhando, dentro de limites e sob supervisão, planos de estudos próprios e multidisciplinares. A formação final dos licenciados faria finalmente justiça à designação de universitária, universitária por oferecer aos alunos o acesso a todo o espectro do saber, anulando praticamente a Universidade tal como tem existido, como uma colecção de escolas vocacionais, e resolveria, por fim, a difícil questão da empregabilidade dos seus alunos.


 

É intenção da Faculdade de Letras manter um ensino das línguas de nível universitário, em que língua, linguística, literatura e cultura se articulam. Para além do ensino de português como língua estrangeira, em que foi pioneira em Portugal, pretende incrementar a formação linguística dos novos professores e dos professores em exercício, estando disponível para dinamizar a formação contínua dos professores do 1º ciclo do ensino básico. Disponibiliza-se também para formar alunos de todas as faculdades da UL em línguas estrangeiras para fins específicos, como vem acontecendo com o inglês na Universidade, com o alemão e o francês para Ciências da Saúde ou o alemão para Direito e Música. Pretende desenvolver ainda a área da Tradução, que recentemente conheceu um notável incremento, quer no 1º quer no 2º Ciclo, bem como assegurar a manutenção e desenvolvimento da área da Interpretação de Conferência.


 

A Faculdade de Letras manifesta assim a sua intenção firme de aproveitar a oportunidade única de, dentro do novo regime jurídico das instituições do ensino superior, modificar a sua forma de governo e poder adaptá-la às condições actuais, nomeadamente da Universidade de Lisboa. No clima que esperamos de debate franco dentro da sua futura assembleia estatutária espera poder chegar a soluções consensuais de simplificação governamental, assegurando modos de representatividade, responsabilidade pessoal e controlo fundamentais que permitam o desenvolvimento das suas actividades, a experiência rigorosa de novos projectos e, em todos os casos, a sua plena integração na Universidade a que pertence desde 1911.


publicado por Ricardo Nobre às 11:08 | referência | comentar

RÁDIO
TSF — Rádio Notícias (emissão directo)
BBC Radio 4 (emissão directo)
BBC World Service (emissão directo)
BBC Radio 3 (emissão directo)
BBC Radio 5 Live (emissão directo)
LIGAÇÕES DE REFERÊNCIA
Informação Geral
BBC News
The Guardian
Público
Times
Diário de Notícias


Cultura
The TLS
BBC | Entertainment & Arts
The Guardian | Culture
Telegraph | Culture
New York Times | Arts
DN | Artes
Ípsilon
El Mundo | Cultura
El País | Cultura
Público | Culturas
Le Monde| Culture

LITERATURA
Bibliotecas
Biblioteca Nacional de Portugal (Porbase)
The British Library
Library of Congress
Bibliothèque nationale de France (Opale)
Biblioteca Nacional de España
National Library of Scotland
Biblioteca da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (SIBUL)
Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra
University of Cambridge Library (Newton)
Oxford University Libraries (SOLO)
Harvard Libraries (HOLLIS)


Editoras
Cambridge University Press: Catálogo de Literatura; Catálogo de Estudos Clássicos
Oxford University Press: Catálogo de Literatura; Catálogo de Estudos Clássicos; More than Words (Oxford World’s Classics)
Routledge: Catálogo de Literatura; Catálogo de Estudos Clássicos
Penguin Books


Revista CLASSICA — Boletim de Pedagogia e Cultura

LÍNGUA PORTUGUESA
Vírgulas
Sujeito e Predicado

Vocativo

Oração Causal

Oração Concessiva

Oração Condicional

Oração Conformativa

Oração Final

Oração Proporcional

Oração Temporal


Uso do apóstrofo


Vocabulário estudado
à
Alcaida
contracto
contrato
de
de mais
demais
grama
majestoso
para
presidenta
sedear
sediar
se não
senão
seriação


Livro de Estilo

Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa (1945)
Código de Redacção Interinstitucional
Dicionário da Língua Portuguesa (Priberam)
Dicionário da Língua Portuguesa (Porto Editora)
LX Conjugator (conjugação verbal)
MorDeb
Corpus do Português Europeu
Corpus do Português
Corpus Lexicográfico do Português
CETEMPúblico
Corpus Rede de Difusão Internacional do Português
Transliteração do Alfabeto Grego
Associação de Informação Terminológica
Acordo Ortográfico de 1990
Norma Portuguesa de Metrologia

APONTADORES
Bandeira ao Vento
Blogtailors: o blog da edição
Cadê o Revisor?
Detective Cantor
Lóbi do Chá
Memento…
Pesporrente
Português em Dia
Rascunho.net
Relógio D'Água Editores
A Senhora Sócrates
O Vermelho e o Negro
ARTIGOS RECENTES

PÚBLICO Menos

Novo PÚBLICO

Acordo na Faculdade de Le...

Acordo Ortográfico no CCB

Onde o latim acaba e o in...

Balanço de um colóquio

Diogo Infante deixa o D. ...

Memória curta

Também quero o subsídio e...

Governo de salvação nacio...

Quando os escritores não ...

Golpe de estado militar

TOMBO

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

SUBSCREVER FEEDS