Sexta-feira, 13 de Março de 2009

Dicionários e conversores do Acordo Ortográfico de 1990 começam a estar efectivamente na moda, como se documenta em dois artigos do Jornal de Notícias de hoje (os textos citados foram corrigidos):

Um ano após o lançamento dos primeiros dicionários que já assimilam as regras do Acordo Ortográfico, os maiores grupos editoriais portugueses afirmam-se satisfeitos com os resultados obtidos, mas acreditam que o melhor ainda está para vir.

Mesmo com posições opostas sobre o Acordo Ortográfico, a Porto Editora e o Grupo Leya não esperaram pela entrada em vigor do tratado que propõe uma uniformização da grafia em língua portuguesa — que, segundo declarações de ontem do ministro da Cultura, deve acontecer ainda no primeiro semestre deste ano — para se posicionaram num segmento de mercado com um peso estratégico no panorama editorial português.

Favorável desde a primeira hora à implementação do Acordo, o grupo detido por Miguel Pais do Amaral e pelo holandês Nicolas Berggruen (de que fazem parte, entre outras editoras, Asa, Dom Quixote, Caminho e Texto) foi o primeiro a fazer chegar ao mercado três produtos sobre o tema: dois dicionários (...) e um guia para o utilizador que sintetiza as alterações, intitulado "Atual". Mesmo sem avançar números, José Menezes, director de comunicação da Leya, salienta o acolhimento favorável do mercado nacional, destacando "as vendas elevadas" registadas pela edição económica do dicionário e do respectivo manual.

Além de Portugal, o grupo fez chegar as três edições aos outros mercados em que está presente, Brasil, Angola e Moçambique, tendo alcançado os melhores resultados nos países africanos. Todavia, "à medida que as necessidades dos utilizadores forem aumentando e com a aproximação da entrada em vigor do Acordo Ortográfico, é expectável que as vendas registem um novo acréscimo significativo", referiu o responsável de comunicação da Leya.

Com uma quota de mercado no segmento de 70%, a Porto Editora esperou até Maio do ano passado para lançar um dicionário que integra as duas grafias. Graciete Teixeira, administradora da Porto Editora, defende o modelo adoptado, porque "permite que os utilizadores possam não só consultar a ortografia ainda em vigor como estar já a par das futuras alterações".

A satisfação pelas "vendas muito boas" não impede que Graziete Teixeira defenda que "as críticas e dúvidas levantadas pela Porto Editora continuam a fazer sentido". Porém, "a obrigação moral de fornecer as melhores ferramentas ao público" esteve na origem da decisão do lançamento de dicionários actualizados, embora não existam, para já, datas quanto a edições que apenas contemplem as alterações introduzidas.

Para Graciete Teixeira, as expectativas quanto a um "boom" nas vendas de dicionários podem ser baralhadas pelo deflagrar da crise: "Só o público o dirá".

 

Apesar de as datas definitivas para a entrada em vigor do Acordo Ortográfico ainda não existirem e de "os esclarecimentos oficiais terem sido até à data nulos", como acusa a administradora da Porto Editora Graciete Teixeira, já são muitos os que não dispensam uma consulta aos três conversores gratuitos existentes.

Português Exacto, Flip e Portal da Língua Portuguesa (...) são os nomes dos três serviços que permitem a qualquer utilizador adaptar, num espaço de breves segundos, um texto de acordo com a actual grafia às futuras regras ortográficas. Embora de utilização simples, estes serviços apresentam a limitação de tamanho dos textos convertidos, que não vão além dos cinco mil caracteres.

Sem este constrangimento apresenta-se o único produto pago, o Flip 7, da empresa Priberam, em cuja apresentação oficial, com a presença do ministro da Cultura, foi possível converter rapidamente o romance de Eça de Queirós "A Cidade e as Serras".

De acordo com o administrador Carlos Amaral, o produto está a registar "uma grande procura por parte de editores, mas também o público em geral tem mostrado boa adesão". Com um preço unitário a rondar os 58 euros, o Flip 7 justifica, segundo Carlos Amaral, o preço final, porque se trata de "um produto único e sem concorrência no mercado, porque apresenta correctores ortográficos, de sinónimos e sintácticos, bem como conjugadores de verbos".



publicado por Ricardo Nobre às 09:43 | referência | comentar

RÁDIO
TSF — Rádio Notícias (emissão directo)
BBC Radio 4 (emissão directo)
BBC World Service (emissão directo)
BBC Radio 3 (emissão directo)
BBC Radio 5 Live (emissão directo)
LIGAÇÕES DE REFERÊNCIA
Informação Geral
BBC News
The Guardian
Público
Times
Diário de Notícias


Cultura
The TLS
BBC | Entertainment & Arts
The Guardian | Culture
Telegraph | Culture
New York Times | Arts
DN | Artes
Ípsilon
El Mundo | Cultura
El País | Cultura
Público | Culturas
Le Monde| Culture

LITERATURA
Bibliotecas
Biblioteca Nacional de Portugal (Porbase)
The British Library
Library of Congress
Bibliothèque nationale de France (Opale)
Biblioteca Nacional de España
National Library of Scotland
Biblioteca da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (SIBUL)
Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra
University of Cambridge Library (Newton)
Oxford University Libraries (SOLO)
Harvard Libraries (HOLLIS)


Editoras
Cambridge University Press: Catálogo de Literatura; Catálogo de Estudos Clássicos
Oxford University Press: Catálogo de Literatura; Catálogo de Estudos Clássicos; More than Words (Oxford World’s Classics)
Routledge: Catálogo de Literatura; Catálogo de Estudos Clássicos
Penguin Books


Revista CLASSICA — Boletim de Pedagogia e Cultura

LÍNGUA PORTUGUESA
Vírgulas
Sujeito e Predicado

Vocativo

Oração Causal

Oração Concessiva

Oração Condicional

Oração Conformativa

Oração Final

Oração Proporcional

Oração Temporal


Uso do apóstrofo


Vocabulário estudado
à
Alcaida
contracto
contrato
de
de mais
demais
grama
majestoso
para
presidenta
sedear
sediar
se não
senão
seriação


Livro de Estilo

Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa (1945)
Código de Redacção Interinstitucional
Dicionário da Língua Portuguesa (Priberam)
Dicionário da Língua Portuguesa (Porto Editora)
LX Conjugator (conjugação verbal)
MorDeb
Corpus do Português Europeu
Corpus do Português
Corpus Lexicográfico do Português
CETEMPúblico
Corpus Rede de Difusão Internacional do Português
Transliteração do Alfabeto Grego
Associação de Informação Terminológica
Acordo Ortográfico de 1990
Norma Portuguesa de Metrologia

APONTADORES
Bandeira ao Vento
Blogtailors: o blog da edição
Cadê o Revisor?
Detective Cantor
Lóbi do Chá
Memento…
Pesporrente
Português em Dia
Rascunho.net
Relógio D'Água Editores
A Senhora Sócrates
O Vermelho e o Negro
ARTIGOS RECENTES

PÚBLICO Menos

Novo PÚBLICO

Acordo na Faculdade de Le...

Acordo Ortográfico no CCB

Onde o latim acaba e o in...

Balanço de um colóquio

Diogo Infante deixa o D. ...

Memória curta

Também quero o subsídio e...

Governo de salvação nacio...

Quando os escritores não ...

Golpe de estado militar

TOMBO

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

SUBSCREVER FEEDS